Buscar
  • Paulo Roberto

TRABALHO REMOTO: SAIBA COMO FAZER REGISTRO DE PONTO FORA DA EMPRESA

Atualizado: há 2 dias

Em uma realidade não tão distante, fazer o registro do ponto e “bater o cartão” era possível apenas na empresa. Isso se deve em parte pelo modelo de trabalho, que era majoritariamente presencial. No entanto, os tempos mudaram e atualmente é bastante comum que empresas contratem seus colaboradores para apenas trabalhos externos ou até mesmo em home office, principalmente durante a pandemia de COVID-19. Além disso, a Portaria nº 373/2011 regulamentou o uso de formas alternativas para o registro de ponto. Sendo assim, as empresas passaram a utilizar o registro de ponto à distância para controlar a carga horária dos seus colaboradores. Atualmente existem diversas ferramentas que permitem bater ponto através do smartphone, tablet ou computador. O Secullum Ponto Web, por exemplo, permite que seja registrado o ponto até mesmo sem conexão, através de criptografia dos dados. Portanto, vamos abordar todos os detalhes sobre o registro de ponto à distância, o que diz a lei sobre o tema e como fazer o registro nessa modalidade. REGISTRO DE PONTO À DISTÂNCIA: O QUE É? Cada vez mais os dados e indicadores são utilizados pelas empresas na gestão de colaboradores. Dentre os motivos estão a análise de desempenho, avaliação do custo-benefício, além do controle da carga horária. Porém, todo esse acompanhamento era mais simples com a inclusão do ponto presencial, através do REP. Sendo assim, para não haver perda destes dados, foi implementado o registro de ponto à distância. Dessa forma, o gestor da equipe tem o controle do horário de entrada e saída de cada um dos funcionários. Além disso, através da geolocalização é possível verificar se o funcionário está no seu local de trabalho, mesmo com a inclusão do ponto offline. Apesar de utilizar equipamentos alternativos para o registro do ponto, ainda valem as mesmas regras do formato tradicional, como carga horária, além de que somente o próprio trabalhador pode bater o ponto. O QUE DIZ A LEI TRABALHISTA Como foi mencionado anteriormente, o registro de ponto à distância passou a ser permitido apenas depois da Portaria nº 373/2011. A publicação veio no sentido de autorizar as empresas a adotarem formas alternativas de registro de ponto, sem a necessidade de uso do REP. Portanto, dentre as formas alternativas de registrar o ponto estão aplicativos e softwares para dispositivos móveis. Desse modo, o colaborador pode bater cartão através do seu smartphone em casa, por exemplo, desde que a empresa ofereça o suporte necessário. Entretanto, o registro de ponto à distância é permitido apenas com a deliberação coletiva dos funcionários, através do sindicato. Além disso, a empresa ainda deve oferecer o REP nas suas dependências, caso os profissionais desejem bater ponto no local. Ademais, um dos benefícios dos trabalhadores no registro do ponto em aplicativos é o acompanhamento detalhado de dados como banco de horas, jornada extra, horários e muito mais. PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO REGISTRO DE PONTO À DISTÂNCIA Antes mesmo da pandemia de coronavírus, muitos profissionais já tinham preferência pelo trabalho remoto, devido a flexibilidade de horários, além de não enfrentar o trânsito diariamente. Entretanto, mesmo para os trabalhadores que atuam presencialmente, o registro de ponto à distância traz diversos benefícios. Por exemplo, através do aplicativo é possível fazer o acompanhamento de dados como carga horária e atestados médicos. Aliás, outra vantagem do software para incluir o ponto a distância é o envio de documentos para o RH, justificando ausências através de texto ou foto do comprovante. No mais, confira a seguir os demais benefícios de utilizar o sistema para registro de ponto à distância:

  • Reduz a burocracia na gestão e inclusão do ponto;

  • Permite acompanhar os dados em tempo real;

  • Melhora a produtividade, eliminando a necessidade de deslocamentos apenas para bater ponto;

  • Baixo custo de manutenção;

  • Ajustar o ponto em casos de registros equivocados

  • Oferece aos colaboradores e gestores o controle dos dados.

SECULLUM PONTO WEB Com a necessidade de novas alternativas para o registro de ponto à distância, é preciso buscar por softwares que façam a operação da forma mais segura e prática possível. Portanto, um dos sistemas com melhor desempenho e custo benefício no mercado é o Secullum Ponto Web. O software é desenvolvido de acordo com todas as normas técnicas, tanto da Portaria nº 373, quanto na Portaria nº 1510. Além da segurança, o Secullum Ponto ainda oferece a opção de registro de ponto offline. Ou seja, mesmo não tendo acesso momentâneo à internet, o funcionário pode fazer o registro através do aplicativo no Smartphone. Para ser acessível a maior parte de smartphones utilizados atualmente, o aplicativo da Secullum pode ser instalado em dispositivos Android e iOS. Ao indicar a entrada ou saída no app, os dados são criptografados e ficam armazenados. Quando tiver sinal de internet, o aparelho automaticamente registra os dados no sistema, no horário retroativo. Outro benefício importante que a ferramenta oferece é o envio de documentos e atestados pelo próprio aplicativo. Dessa forma, o colaborador pode resolver pendências com o RH sem sair de casa. Ademais, confira a seguir algumas das vantagens do Secullum Ponto Web:

  • Aplicativo/Geolocalização;

  • Inclusão de ponto offline;

  • Inclusão de Ponto por perímetro;

  • Múltiplos Contratos por Funcionário;

  • Permite solicitar alterações de sistema;

  • Espaço interno para armazenamento de dados;

  • Permite solicitar alterações de sistema (alterações de horários, datas, etc);

  • Tirar foto do atestado médico;

COMO REGISTRAR O PONTO OFFLINE Pois bem, mesmo o aplicativo do Secullum Ponto Web sendo prático, muitas pessoas têm dúvidas sobre como incluir o registro do ponto offline. A inclusão do ponto por geolocalização, por exemplo, leva em conta os dados de latitude e longitude do telefone, para garantir que o funcionário estava dentro do perímetro obrigatório. Mas para que o aplicativo faça o registro, é preciso fazer algumas configurações. Com estas configurações realizadas, o registro do ponto poderá ser feito até mesmo nos locais mais remotos, que não tenham o mínimo sinal de rede. No entanto, vale lembrar que as demais funções do aplicativo não estão disponíveis offline. É possível apenas incluir o ponto de entrada ou saída. Além dos profissionais que atuam em home office, a inclusão do registro de ponto à distância beneficia também trabalhadores com atividades externas, como motoristas, representantes comerciais, dentre outros. Portanto, confira a seguir o passo-a-passo completo de como incluir o ponto offline através do Secullum Ponto Web:

  • Com o aplicativo instalado, é preciso habilitar a opção “permitir a inclusão de ponto Offline”. Acesse o Ponto Web, clique em “Manutenções”;

  • Após isso, selecione a opção “Central do Funcionário” e logo em seguida “Inclusão de Ponto”;

  • Nessa tela marque a opção “Permitir inclusão de ponto off-line”;

  • Além disso, é preciso selecionar a opção “Permitir inclusão de ponto manual via central do funcionário”;

  • Em seguida, confirme as alterações e clique em “Salvar” ();

  • Com o telefone sem acesso aos dados móveis, o aplicativo vai mostrar na tela inicial a opção “Incluir Ponto”;

  • Ao clicar nessa opção, é possível incluir a batida do ponto por geolocalização (a geolocalização neste caso se dará por Latitude e Longitude);

  • Caso a empresa exija a captura de foto no registro do ponto, será solicitada uma foto no momento da inclusão Offline. Desse modo, basta fazer a imagem e incluir no ponto;

  • Assim que você tiver acesso a rede de dados móveis, o aplicativo fará o upload automático para o sistema;

  • Para certificar-se de que o registro foi feito, basta acessar a aba “Cartão Porto” e conferir se os dados foram atualizados.

FONTE: SECULLUM

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo